quinta-feira, outubro 07, 2010

Deitado no quarto, sentindo a brisa que entra pela janela, teu sorriso toma minha mente, lembro daquele beijo...
Ui, uma pontada agora no peito... Será saudade?
E cada vez mais forte teus jestos, teu perfume, teu olhar... cada vez mais forte, mais forte...
Sinto doer aqui dentro, com se espalhasse pelo sangue puro ácido... corroendo com força meu corpo...
Ah o corpo... que te teve por sobre ele misturando perfume, sabor, carícias, arranhões, suor...
Ah o suor... agora escorre minha cabeça, que não para de pensa em ti...
Sinto-me sufocar... respirar assim já não é tão fácil...
Ouço o zumbido das asas em leve vôo...
Ops...
Zumbido?
Asas?
Puta que pariu, foi um abelha, tenho alergia... Vou morrer... Socorro... EI MÃÃÃÃEEE!!!

Um comentário:

  1. kkkkkkkkkkkkkkkk
    Muito filosófica essa...hum hum..
    parabéns Cortez!

    ResponderExcluir